quarta-feira, 16 de junho de 2010

Águia-real



Olá,

Tenho como nome científico Aquila chrysaetos, porém todos me conhecem por Águia-Real.

Como sou?

Tenho cerca de 66 a 100 cm de comprimento, a envergadura das minhas asas vai de 150 a 250 cm. Peso de 2,5 a 7 kg e como todas as aves de rapina, as fêmeas são ligeiramente maiores do que os machos.

O meu habitat…

Posso ser encontrada desde a Europa Ocidental até à Ásia e ao Norte de África, podendo também ser encontrada em grande parte da América do NorteVivo preferencialmente nas terras altas e montanhosas, podendo ainda ser vista em algumas serras de Portugal, voando em círculos, em busca da minha presa.O melhor local para ainda me observarem, é o interior Norte do país. Ocasionalmente posso ser avistada no Alentejo ou mesmo no Algarve, mas será muito difícil ter esse vislumbre. Posso ser observada com mais facilidade no Parque Natural do Douro Internacional.

Alimento-me…

De ratos, coelhos e, pontualmente, répteis. O círculo descrito por mim serve para observar cuidadosamente cada palmo de terra. Se, eventualmente, algum dos animais que caço se encontrar por lá, ataco em voo picado, de forma decidida, deixando pouco espaço de manobra à minha presa.

Reproduzo-me…

Nós, as águias reais, fazemos os nossos ninhos nas encostas das serras, ou no topo de algumas árvores. Chegada a época da reprodução, pomos dois ovos, que chocamos durante 38 dias.Após a eclosão das crias, a alimentação das mesmas é partilhada pelo casal.


Porque estou em vias de extinção?

Principalmente pela caça que me foi, e continua a ser, movida por caçadores ilegais sem escrúpulos. Os postes de alta tensão e as torres metálicas que os transportam também têm sido motivo de muitas mortes. Por fim, também o envenenamento de muitas aves vem aumentar a desaparecimento acelerado da minha espécie.




Sem comentários:

Enviar um comentário